Teste de Audiência estreia nona temporada na CAIXA CULTURAL de Brasília

Posted by on Mai 19, 2015 in Uncategorized | No Comments
Teste de Audiência estreia nona temporada na CAIXA CULTURAL de Brasília

Projeto volta a divulgar com antecedência nomes do filme e do diretor

No próximo dia 26 de maio, a Caixa Cultural Brasília estreia mais uma temporada do projeto Teste de Audiência. O público terá a chance de assistir em primeira mão o documentário “Mario Wallace Simonsen, entre a Memória e a História”, do diretor Ricardo Pinto e Silva. A sessão começa às 20h, com entrada franca.

“Mario Wallace Simonsen, entre a Memória e a História” destrincha a história do empresário Mario Wallace Simonsen (1909-1965), desde a construção do seu conglomerado empresarial, até sua derrocada, ao ser perseguido e destruído pelo regime militar.

Simonsen foi o homem mais rico do Brasil em sua época. Empresário e empreendedor, foi dono de mais de 30 empresas, dentre elas Panair, TV Excelsior, Cia Melhoramentos, Banco Noroeste, Sirva-se (primeiro supermercado do Brasil), Rebratel (sistema de microondas que tornava possível transmissões ao vivo de TV entre Rio e São Paulo), Wasim (trading company com escritório em 53 países) e Comal – Companhia Comercial Paulista de Café, a maior empresa de exportação do Brasil, num período em que o café respondia por dois terços das exportações nacionais.

O elegante e discreto neto de inglês, Simonsen, sua esposa Baby e seus três filhos – Wallace, John e Marylou – viviam envoltos numa aura de realeza que não tem equivalente no Brasil moderno. Apesar disso, Simonsen morreu aos 56 anos, em Orgevall, um vilarejo próximo a Paris, destituído de quase tudo, inclusive da vontade de viver. Todas as suas empresas foram tomadas ou fechadas pelo governo, sob as mais variadas alegações – com exceção do Banco Noroeste, repassado ao seu primo Leo Cochrane.

O documentário “Mario Wallace Simonsen, entre a Memória e a História” reconstitui os fatos e as circunstâncias que culminaram na derrocada do conglomerado empresarial e na morte de seu controlador. Ao buscar a resposta do porquê deste empresário pioneiro ter sido expurgado da memória empresarial brasileira, o longa de Ricardo Pinto e Silva investiga hipóteses e chega a uma reveladora conclusão.

Ricardo Pinto e Silva
Produtor cultural e cineasta há 33 anos, Ricardo Pinto e Silva é graduado pela ECA-USP. Iniciou sua carreira de diretor e roteirista com o longa-metragem “Sua excelência, o candidato”, em 1992. Em 2004, lançou “Querido estranho” e cinco anos depois, o telefilme “Carro de paulista”.

Além de “Mario Wallace Simonsen, entre a Memória e a História”, Ricardo tem outros dois longas para este ano: “Dores & Amores” e “Amparo”. Seus próximos projetos são os longas-metragens “O Inferno Sou Eu”, de Guilherme de Almeida Prado, no qual atuará como produtor; e a adaptação dos contos da obra de Bernardo Kucinski intitulada “Pais e Filhos”, sendo responsável pelo roteiro, produção e direção.

Atualmente, Ricardo Pinto e Silva é secretário geral da DBCA – Diretores Brasileiros de Cinema e do Audiovisual, Associação Geral de Diretores Autores Brasileiros.

Teste de Audiência

O Teste de Audiência é um projeto que exibe no Teatro da Caixa, uma vez por mês, um filme brasileiro da nova safra, ainda em fase de finalização. Por meio de um questionário, a plateia, formada por amantes da sétima arte , emite sua opinião sobre diversos aspetos da produção como história, roteiro, narrativa, trilha sonora, duração, personagens etc. Ao final, um debate com o diretor dá chance ao público de fazer observações sobre os mais diversos aspectos da construção fílmica e sua narrativa.

Idealizado pelos cineastas Renato Barbieri e Marcio Curi e viabilizado por meio do patrocínio da Caixa Cultural, o Teste foi desenvolvido nos moldes dos realizados pelas cinematografias mais desenvolvidas, mas adaptado à realidade brasileira.

As sessões são gratuitas, sem necessidade de retirada de convite na bilheteria. A lotação do teatro se dá por ordem de chegada.

Serviço
Teste de Audiência
Curadoria: Renato Barbieri e Marcio Curi
Filme do mês: “Mario Wallace Simonsen, entre a Memória e a História”, do diretor Ricardo Pinto e Silva.
Dia: 26 de maio de 2015
Horário: 20h
Local: Teatro da CAIXA Cultural– SBS Qd 4 lote 3/4, anexo do edifício Matriz
Telefones: (61) 3206-9448 (recepção)/ (61) 3206- 6546 (bilheteria)
Classificação indicativa: 16 anos
Entrada franca até lotação do teatro